sexta-feira, 4 de março de 2011

Arrumando a mala

[Modo diário ON]          

Bem, esse clima de acampamento me provoca  essa sensação de ansiedade, desde pequena. 
Estou nela então. Mas a ansiedade de hoje é muito mais branda,  paciente, se tornou madura.
Ela consiste basicamente em projetar o que viverei lá, quais experiências com Deus terei, quais palavras irei escutar, quais relações irei construir, quais fortalecerei...Entretanto uma coisa em mim prevalece, no tocante à Deus tudo que eu vivi foi insuficiente, sempre precisarei de mais, sempre a vida se renova, sempre Deus surpreende, nada é igual, nem na forma e nem na intensidade. Por incrível que pareça, esse complexo criado entre o que projeto e o que realmente acontece, se estende pra o meu dia a dia, na minha vida comumente isso acontece. Mas esperar em Deus e ver as minhas projeções se tornando fichinhas diante das que Ele criou [realmente] não tem preço! É e isso me acalma. 
             Pois é, amanhã estou indo pro acamp e ainda não parei de fazer as tais projeções, minhas expectativas estão reverberando [impossível contê-las]. No mais fica a certeza de que os nossos dias já foram desenhados, sejam os de Sol ou chuva, lembremos: Alegria sempre!
              Pra vocês que vão acampar bom acamp! Aproveitem esses dias, se entreguem, se divirtam e não se furtem a certeza de que Deus é o tudo que vocês precisam. E pra quem fica: " Longe o amor não está, longe não O amor procura um lugar, Ele bate na porta do teu coração".

[Modo diário OFF]

Nenhum comentário:

Postar um comentário